Foto: Angela Pimentel

Grupo instrumental com a rara combinação de piano, violão e harmônica mesclando as influências distintas de cada integrante. Iniciou os trabalhos no ano de 2000 na cidade de Caxias do Sul – RS. Após anos de pesquisa, composições, arranjos e shows com material próprio e releituras, em 2009 lança seu primeiro álbum “AD LIBITUM” contando, neste período, com o músico Valdir Verona na viola de dez cordas e violão. A partir do ano de 2012, além de Esmeralda Frizzo (Piano) e Ricardo Biga (Harmônicas), ingressa ao trio Tomás Savaris (Violão). Uma eficiente sequência de shows e trabalhos permitiu que o grupo continuasse compondo e gravando novo material e, em 2015, o trio ainda mais coeso e maduro, lança seu segundo disco “ÁRIA TRIO II”. A exemplo do primeiro, aclamado pelo público e crítica.

Cada membro do grupo tem em suas composições a marca de sua trajetória pessoal. Esmeralda Frizzo tem a influência do estudo erudito, Tomás Savaris a força do regional brasileiro e sul-americano e Ricardo Biga por sua vez, a conexão com o blues-rock. Cada integrante preserva as características de seu estilo em suas composições, mas abre espaço para que os outros músicos do grupo coloquem sua musicalidade na interpretação e arranjos das músicas. Isto faz com que o produto final soe realmente como algo único.

Nestes anos de estrada o grupo já se fez presente em vários palcos da região sul do país e e estados como Pernambuco, Minas Gerais e Paraná e encontra-se divulgando seu mais recente álbum "O Inimigo" (2018). O disco é resultado do convite ao trio para compor e dirigir a trilha sonora do filme de mesmo nome lançado em maio de 2018.  A partir deste novo álbum o Ária Trio agora a circula com novo show, novas propostas e novos horizontes.